O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

Homem morre depois de ser queimado pela namorada com isqueiro e acetona na PB, diz delegada

Um homem morreu na tarde desta sexta-feira (1º) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, no Agreste paraibano, depois de sofrer queimaduras de 2º grau. 

A delegada de Homicídios Nercília Dantas, informou ao PortalT5 que ele foi vítima da namorada que jogou acetona e acendeu um isqueiro contra o corpo dele. Conforme a delegada, o homem passou 12 dias internado e, depois da morte dele, a mulher se apresentou à polícia e armou que o caso aconteceu depois que descobriu uma traição. Ela disse ainda que não tinha intenção de matá-lo mas de "dar um susto". O caso aconteceu no dia 21 de outubro mas a família da vítima resolveu realizar a denúncia nesta sextafeira depois da notícia do falecimento. “Ela conta que descobriu uma traição dele. No dia, eles dois estavam bebendo e, ao chegar em casa, quando ele dormiu, ela jogou acetona no corpo dele e depois acendeu um isqueiro. 

Depois de fazer isso, ela disse ter se arrependido e tentado socorrê-lo, mas ele já estava todo queimado”, declarou Narcília. De acordo com testemunhas, antes de cometer o crime, a mulher já havia ameaçado tocar fogo no companheiro. “A mulher se apresent arrependeu do que fez. Ela pediu pra car presa, mas isso não é possível já que não houve agrante e não há mandado de prisão contra delegada.

T5

Nenhum comentário:

Postar um comentário