O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Manual de como agendar o seu seguro desemprego online

Você trabalhador brasileiro que foi demitido sem justa causa nesse ano de 2018, sabe que pode realizar o agendamento do seguro desemprego de forma online?

Isso mesmo! Não é mais necessário que você enfrente filas enormes para conseguir esse serviço.

Até porque nós sabemos que você precisa de tempo para reorganizar sua vida e pensar o que fazer no futuro.

Foi por esse motivo que o Ministério do Trabalho e Emprego buscou a tecnologia para lhe auxiliar e trazer uma maior facilidade.

Quer saber como realizar esse serviço? Confira o passo e passo e agende logo o seu seguro desemprego.

Há alguns anos atrás o agendamento do seguro desemprego só podia ser feito pelo cidadão de forma pessoal.

Até porque a internet ainda não era uma ferramenta muito usual e nem todos tinham o acesso fácil como nos dias de hoje.

Por isso, o trabalhador devia se deslocar até uma das agências mais próximas da Caixa Econômica Federal ou se sua cidade possuísse, em algumas das agências do sistema nacional de emprego – SINE.

E assim requeria a atividade.

Depois da modernização, esse serviço passou a ser desenvolvido pelo MTE – Ministério do Trabalho e Emprego.

E o MTE usa como seu auxiliar o SAA – sistema de atendimento agendamento.

Juntos, eles conseguem organizar todos os desempregados que solicitam o benefício remetendo-os para uma demanda necessária de atendentes.


Claro que, não são todos os municípios brasileiros que usam desse serviço, mas os principais e mais desenvolvidos já se encontram em atendimento.

Pois bem, depois de decidir entrar com o pedido, o primeiro passo a se seguir é acessar o site do SAA. Clique no link ao lado; http://saaweb.mte.gov.br/inter/saa/pages/agendamento/main.seam.

O site lhe apresenta 3 opções: agendar o serviço (o trabalhador vai solicitar naquele momento), reagendar (por algum motivo o trabalhador não poderá comparecer no designado pelo site e precisa de uma nova data) e cancelar (quando o trabalhador decidiu cancelar o serviço.

Como você vai realizar o serviço nesse momento, clique em agendar.

Informe ao lado o Estado e o Município no qual reside. Não é o que você nasceu, pois, às vezes, pode estar morando em um outro lugar e o site apenas vai apresentar as vagas disponíveis para o local onde você selecionar.

Depois coloque o tipo de atendimento “entrada no seguro desemprego” o código de segurança.

Automaticamente aparecerá na tela os dias disponíveis, a quantidade de vagas e o endereço do local.

Apenas compareça no dia combinado e espere aguardar o dinheiro do benefício.

Lembrando que, para poder dar entrada no benefício, o trabalhador precisa se enquadrar nas hipóteses dadas pelo Ministério do Trabalho.

É preciso então ter sido dispensado sem justa causa, estiver desemprego durante a solicitação do benefício, ter trabalhado e uma pessoa jurídica ou uma pessoa física equiparada a ela, não ter outro meio de sustento para si e para a família e não receber nenhum benefício da previdência social.

Esses requisitos são cumulativos, ou seja, o trabalhador precisa seguir todos.

O trabalhador que laborou durante alguns anos em empresa privada e foi dispensado sem justa causa sabe que tem direito ao benefício, mas sempre fica na dúvida de quanto irá receber.

Como estamos aqui para lhe ajudar, entenda como fica o pagamento.

Caso esteja fazendo a primeira solicitação: ganhará 4 parcelas se trabalhou no mínimo 18 meses. Poderá ganhar 5 parcelas se trabalhou no mínimo 24 meses.

Se for a segunda solicitação: ganhará 4 parcelas se trabalhou no mínimo 9 meses. Poderá ganhar 5 parcelas se trabalhou no mínimo 12 meses.

E como terceira e última solicitação: ganhará 3 parcelas se trabalhou no mínimo 6 meses. 4 parcelas se foram no mínimo 9 meses e 5 parcelas se foram no mínimo 24 meses.

E o valor relativo a cada parcela varia de acordo com o salário que o empregado ganhou nos últimos 3 meses. É feito a média e dado o resultado.

Com exceção dos que receberam mais de R$ 2.417,29 que apresentaram como valor da parcela invariavelmente R$ 1.643,72.

Assim como a maioria dos sites que exercem funções do governo, o agendamento do seguro desemprego ainda sofre criticas de dezenas de brasileiros.

Que alegam que a página cai, trava ou é muito lenta.

Bom, a resposta dessa indagação é que diariamente a página recebe muitos acessos e são esses acessos exorbitante que fazem o serviço não se desenvolver da melhor maneira possível.

Até porque, fora a opção do agendamento, é possível realizar diversos outros agendamentos e serviços por lá.

Tenha calma e paciência. De preferência, opte por acessar o site em horários que não são comerciais.

A chance de o serviço funcionar é melhor é bem maior.

Em caso de dúvidas sobre o tema, entre em contato com a nossa equipe pelos comentários abaixo. 

Fonte: Saiba seus Direitos
http://Saibaseusdireitos.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário