O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Prefeito paraibano suspeito de nepotismo é afastado do cargo pelo Tribunal de Justiça

O prefeito da cidade de Aparecida, Júlio César (PSD), no Sertão paraibano foi afastado do cargo por decisão do juiz Aluízio Bezerra, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). O juiz negou o recurso que pretendia derrubar a liminar que já havia cassado o mandato do prefeito. Com a decisão, o vice-prefeito deverá tomar posse ainda nesta quarta-feira (22).

A decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba considerou “prejudicados o agravo interno e o agravo de instrumento, tornando sem efeito a liminar anteriormente concedida que mantinha o no cargo o prefeito Júlio César Queiroga de Araújo”.

O Tribunal de Justiça da Paraíba já havia cassado o mandato de Júlio César após investigações sobre nepotismo nos quadros da administração municipal. O prefeito havia sido denunciado por improbidade administrativa. O Ministério Público do Estado da Paraíba pediu a perda dos direitos políticos do prefeito, fazendo com que ele ficasse impedido de assumir o mandato.

O presidente da Câmara Municipal de Aparecida, Damião Novino, deverá convocar sessão extraordinária para dar posse ao vice-prefeito Valdemir Teixeira (PTC).

Paraíbadebate.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário