O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Editora UFPB libera livro sobre Margarida Maria Alves para download gratuito

 A editora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) liberou para download gratuito o livro “Margarida, Margaridas: Memória de Margarida Maria Alves (1933-1983) através das Práticas Educativas das Margaridas". A obra conta a trajetória da camponesa e seu legado, a Marcha das Margaridas.

Acesse o livro “Margarida, Margaridas: Memória de Margarida Maria Alves (1933-1983) através das Práticas Educativas das Margaridas"

Margarida Maria Alves nasceu em Alagoa Grande, no Brejo da Paraíba, e foi assassinada por motivos políticos em 12 de agosto de 1983, com um tiro de espingarda no rosto disparado por um matador de aluguel.

Margarida foi a primeira mulher a ocupar o cargo de presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande e, durante 12 anos na presidência da entidade, Margarida lutou para que os trabalhadores do campo tivessem seus direitos respeitados, como carteira de trabalho assinada, férias, 13º salário e jornada de trabalho de 8 horas diárias.

A líder sindical se transformou em símbolo de resistência e luta contra a violência no campo, pela reforma agrária e fim da exploração dos trabalhadores rurais. Após 37 anos do crime, ninguém foi preso.

O livro é de autoria da professora doutora Ana Paula Romão de Souza Ferreira, publicado em dezembro de 2017 como fruto do seu mestrado na UFPB, pela Editora UFPB. A obra conta, além da trajetória de Margarida, a importância do seu legado, a Marcha das Margaridas, manifestação realizada desde 2000 por mulheres trabalhadoras rurais do Brasil.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário