O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

domingo, 12 de setembro de 2021

Estado premia vencedores do 4º Festival de Música da Paraíba


 O governador João Azevêdo prestigiou, na noite dessa sexta-feira (10), a Finalíssima do 4° Festival de Música da Paraíba. O evento, prestigiado também pela primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins, ocorreu no Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural José Lins do Rêgo, em João Pessoa. Com a canção “Você Viu”, o compositor João Carlos Jr foi o grande vencedor da noite, conquistando os prêmios de 1º lugar, melhor intérprete e júri popular.

Considerado o maior espaço para revelação e exposição de compositores e cantores do Estado, o Festival de Música da Paraíba distribuiu R$ 28 mil em prêmios aos vencedores. O evento foi uma realização do Governo do Estado, por meio da Empresa Paraibana de Comunicação (EPC) em parceria com a Secretaria da Comunicação Institucional (Secom-PB), Fundação Espaço Cultural José Lins do Rêgo (Funesc) e PBGás.

Na ocasião, João Azevêdo destacou a importância do evento no fortalecimento da cultura paraibana. “Em primeiro lugar, é uma alegria muito grande estar aqui neste momento. A qualidade das músicas é fantástica, com arranjos maravilhosos. Quero parabenizar todos que organizaram esse Festival, porque eu tenho a convicção de que vocês nos proporcionaram duas horas de acalanto, duas horas que nos deixaram mais leves”, disse, lembrando as milhares de pessoas que acompanharam o evento pela internet.

“Vivemos momentos tão preocupantes, mas poder participar de um evento com o nível desse Festival, que superou todas as expectativas. É uma satisfação muito grande poder colaborar com um momento de alegria para todos nós”, prosseguiu o governador João Azevêdo.

A presidente da Empresa Paraibana de Comunicação (EPC), Naná Garcez, destacou a diversidade do evento. “Esse Festival cresceu muito em nível de participação, em nível de diversidade, de ritmos e se tornou um grande palco não apenas para artistas novos, como apareceram vários, mas também para artistas experientes”, disse, destacando o alcance de público obtido pelo evento por conta da internet.

Já o presidente da Fundação Espaço Cultural José Lins do Rêgo, Pedro Santos, afirmou que o evento se consolida como referência da música da Paraíba. “Chegamos à Final da 4° edição desse Festival consolidando esse palco como um palco de referência da música da Paraíba. Além disso, o Festival de Música da Paraíba é uma verdadeira caixa de ressonância dos debates que têm ocorrido no Brasil”, comentou.

Outras autoridades que prestigiaram o evento foram o secretário de Estado da Cultura (Secult), Damião Cavalcanti; o secretário executivo da Pasta, Milton Dornellas, e o presidente da PBGás, Jailson Galvão.

Em sua 4ª edição, o Festival de Música da Paraíba homenageou o centenário de nascimento do compositor paraibano Genival Macedo. Com forte contribuição na música do Estado, Genival Macedo é mais conhecido pela autoria de “Meu Sublime Torrão”, que é desde 1972 o hino popular da capital paraibana.

Ao todo, foram distribuídos R$ 28 mil em prêmios pelo 4° Festival de Música da Paraíba, sendo R$ 10 mil para o primeiro colocado, R$ 7 mil para o segundo e R$ 5 mil para o terceiro lugar. Além de mais R$ 3 mil para o melhor intérprete e R$ 3 mil para a categoria voto popular, criada nesta edição do evento.

Os vencedores – Com a canção “Você Viu”, o compositor João Carlos Jr foi o grande vencedor da 4ª edição do Festival de Música da Paraíba, que teve sua etapa final realizada na noite da última sexta-feira, no Teatro Paulo Pontes, em João Pessoa, com transmissão on-line. O artista arrebatou os prêmios de 1º lugar (R$ 10 mil), melhor intérprete (R$ 3 mil) e júri popular (R$ 3 mil). O segundo lugar ficou com Totonho, que defendeu a música “Pega o Beco”, ao lado da sua banda As Cabritas, levando R$ 7 mil. O terceiro colocado foi Tom Drummond, que apresentou a composição “Desgoverno” e ganhou R$ 5 mil.

Os cheques simbólicos foram entregues pelo governador do Estado, João Azevedo e pela primeira dama, Ana Maria Lins, pelo presidente da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), Pedro Santos; a presidente da Empresa Paraibana de Comunicação, Naná Garcez; pelo presidente da PBGás, Jailson Galvão.

Além das três campeãs, outras 11 músicas foram apresentadas na finalíssima do festival: “Encomenta” (P. Motta e Will); “Terra do Acais” (Laíz de Oyá); “Fruto Coragem” (Sinamonis); “Ar, é Ar” (Pedro Mello); “Pelas Calçadas” (Tiago Sotero); “A Pergunta que não quer calar” (Hugo César e Lucas Barreto); “Bandeira” (Alcides Prazeres); “Se prestar eu vou postar” (Aldo Marques); “Paraíba Sou Sim” (Elon); “Pássaro” (Samir) e “Coco Aperreado” (Larry Brasil). A noite contou, ainda, com pocket show da cantora Maria Kamila, que se apresentou ao lado do multiinstrumentista Daniel Pina e do parceiro da banda Os Gonzagas, Yuri Gonzaga. O evento foi apresentado pela dupla de jornalistas Amanda Falcão e Jãmarrí Nogueira.

A finalíssima foi definida por um júri formado pela jornalista e fundadora do portal Mundo da Música Láisa Naiane (BA); Gabriel Souto (RN), produtor musical e músico autodidata; Gal Menezes (PE), cantora e integrante do grupo Encantaria; Eugênio Castro (MG), músico, produtor musical e arranjador, fundador e diretor da distribuidora QUAE; Juçara Figueredo (RN), responsável pelo Fest Bossa & Jazz; Jomardo Jomas (RN),fundador e diretor do Festival MADA.

A novidade deste ano foi a possibilidade de votação popular on-line, pelo site do festival. Ao todo, foram computados 55.808 votos. O mais votado pelo público na internet levou R$ 3 mil para aquisição de um equipamento musical.

A edição deste ano recebeu 362 inscrições de composições inéditas e, após um criterioso processo de curadoria, 30 delas foram selecionadas para participar das eliminatórias, realizadas nos dias 3 e 4 deste mês.

O local onde aconteceram as apresentações foi preparado para cumprir todos os protocolos de segurança, devido à pandemia do coronavírus, e, por isto também, o festival foi transmitido pelos canais oficiais no YouTube da Rádio Tabajara e da Funesc, pelas rádios Tabajara FM 105,5 e AM 1.110 e pela TV Assembleia nos canais 8.2 (TV aberta na Grande João Pessoa, Campina Grande, Patos e região) e 340.2 (Sky, GVT e Claro/NET). Como o evento aconteceu de forma virtual, apenas os músicos, concorrentes, equipes de produção e convidados em número limitado puderam estar presentes. No entanto, todo o conteúdo continua disponível nas plataformas digitais.

MaisPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário